A emoção é como um pássaro,
quando se prende já não canta

sexta-feira, 13 de maio de 2011

A cor do Paraíso



Este é um dos mais bonitos e emocionantes filmes dos últimos tempos. 
Uma produção iraniana que recebeu muitos prêmios mundo afora. 
A Cor do Paraíso narra a comovente história de Mohammad, um menino cego que mora
 numa escola para deficientes visuais e que, nas férias, volta para seu vilarejo nas montanhas,
 onde convive com as irmãs e sua adorada avó. O pai, que é viúvo, se prepara para casar novamente. Mohammad é um garoto muito vivo, que tem uma enorme sensibilidade. 
Seu jeito simples de "ver o mundo" é uma lição de vida. 
Dirigido por Majid Majidi, o mesmo do consagrado Filhos do Paraíso. 


#

Um comentário:

M@ria disse...

Eu queria escrever luxuoso.
Usar palavras que rebrilhassem molhadas e fossem peregrinas.
Às vezes solenes em púrpura, às vezes abismais esmeraldas, às vezes leves na mais fina seda macia

Clarice Lispector

Bom FDS e beijos meus...M@ria