A emoção é como um pássaro,
quando se prende já não canta

quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

Morangos à beira do abismo

Um homem ia feliz pela floresta quando, de repente, ouviu um urro terrível.
 Era um leão. Ele teve muito medo e começou a correr.
 O medo era muito, a floresta era fechada.
 Ele não viu por onde ia e caiu num precipício.
 No desespero agarrou-se a uma raiz de árvore, que saía da terra.
 Ali ficou, dependurado sobre o abismo. De repente olhou para a sua frente:
 na parede do precipício crescia um pezinho de morangos. 
Havia nele um moranguinho, gordo e vermelho, bem ao alcance da sua mão.
 Fascinado por aquele convite, para aquele momento, 
ele colheu carinhosamente o moranguinho, esquecido de tudo o mais
. E o comeu.Estava delicioso!
 Sorriu, então, de que na vida houvesse morangos à beira do abismo... 

Rubem Alves

Um comentário:

M@ria disse...

Ser gentil é ter a percepção da palavra,
do gesto ou da ação necessária para reconfortar
o coração dos outros, sem que alguém lhe peça.

(António Sequeira)

Feliz Semana e Bom Carnaval à todos!
Beijos & Flores.......M@ria